Testemunho no programa “Anjos da Esperança”

Testemunho no programa “Anjos da Esperança”

Pra quem não viu nossa entrevista:

Anúncios

Quem é Jesus?

Quem é Jesus?

Jesus… quem é Jesus?
É uma força é uma luz
Ele é humano, Ele é divino
Ele é um só, Ele é um Deus trino

Jesus… quem é Jesus?
Ele é o amado, Ele é o amor
Ele é o perfume, Ele é a flor
Ele é o remédio, Ele é o doutor

Jesus… quem é Jesus
Ele é o princípio, Ele é o fim
É Elion, é Eloin
É tudo pra você
É tudo pra mim

Ele faz o paralítico andar
Cura os cegos, faz o mudo falar
Ressuscita os mortos, anda sobre o mar
Ele vence a guerra e faz a paz voltar

Quanto tempo faz

Quanto tempo faz

Quanto tempo faz que você não aparece
Quanto tempo faz que você não vem aqui
Quanto tempo faz que você não canta um hino
E não pára um pouco para me ouvir
Quanto tempo faz que você vai pela vida
E nem mesmo faz, uma simples oração
E vai levando a vida qual uma ave sem ninho
Em seu caminho existe só desilusão

Procurei você em cada canto
Procurei você em mil lugares
Por ruas, por bares, já são quase cem
Ainda falta alguém
Este alguém é você
Venha enquanto há tempo
Na porta do templo
Abro os meus braços pra te receber

Quanto tempo faz, que você não se alegra
Quanto tempo faz, que carrega esta aflição
Quanto tempo faz, que você não se entrega
Aos pés do Eterno, em adoração
Quanto tempo faz, que você não me abraça
E não sente a graça, no braço o perdão
Quanto tempo faz que você não olha para o céu
Vai morrendo ao léu, seu triste coração


A Harpa Cristã

A Harpa Cristã

A Harpa Cristã é o hinário oficial das Assembleias de Deus no Brasil, foi lançada em 1922. Com 640 hinos, ela foi especialmente organizada com o objetivo de enlevar o cântico congregacional e proporcionar o louvor a Deus em diversas liturgias da igreja: culto público, santa ceia, batismo, casamento, apresentação de criança, etc.

No início da sua história, a Assembleia de Deus não possuía um hinário próprio. Para sanar esta necessidade era utilizado o hinário Salmos e Hinos, organizado pelos fundadores da Igreja Evangélica Fluminense, Dr Robert Kalley e Sarah Poulton Kalley. A primeira edição inglesa, data do ano de 1855, contava com 27 títulos (10 salmos e 17 hinos) e foi editada em Londres. Já a primeira edição brasileira, de 1861, era composta por 50 títulos (18 salmos e 32 hinos), foi usada pela primeira vez em 17 de novembro de 1861, seis anos depois da chegada ao Brasil. Esta coleção foi a primeira coletânea de hinos evangélicos em língua portuguesa organizada no Brasil. também foi primeiro hinário usado por diversas denominações. Hoje com aproximadamente 150 anos, tem mais de 500 hinos.

Entrementes, as peculiaridades que distinguia a nova igreja das igrejas evangélicas tradicionais fez surgir em 1921 o Cantor Pentecostal. Editado pela tipografia Guajarina sob orientação de Almeida Sobrinho tinha 44 hinos e 10 corinhos. O Cantor Pentecostal foi distribuído pela Assembleias de Deus de Belém/PA, que, naquela época, achava-se localizada na Travessa 9 de Janeiro, 75.

Passado um ano da publicação do Cantor Pentecostal é lançado no Recife-PE a primeira edição da Harpa Cristã. Aos cuidados do Pastor Adriano Nobre, surge o hinário oficial da Igreja Assembleia de Deus com uma tiragem de 1.000 exemplares, distribuídos para todo o Brasil pelo missionário Samuel Nyström. A segunda edição da Harpa Cristã , já como 300 hinos, foi impressa nas Oficinas Irmãos Pangeti, no Rio de Janeiro, em 1923.

Em junho de 1931 foi lançado o Psaltério Pentecostal, para suprir a escassez de Harpa Cristã,tendo como editor responsável: Gunnar Vingren. Este hinário foi impresso pelo Estabelecimento Gráfico Fernandes & Rohe, Rio de Janeiro, 1931. Nove anos depois, em 1932, a Harpa Cristã já contava com 400 hinos.

Na elaboração dos hinos, muito contribuiu o missionário Samuel Nyström. Como não tivesse perfeito conhecimento da língua portuguesa, ele traduziu, literalmente, diversas letras da hinódia escandinava. Para que os poemas fossem adaptados às suas respectivas músicas, foi necessário que o Pastor Paulo Leivas Macalão empreendesse semelhante tarefa. Por isso, tornou-se o Pastor Macalão, fundador do Ministério de Madureira, no principal compositor e adaptador do hinário oficial da Igreja Assembleia de Deus.
Em 1937, a Convenção Geral das Assembléias de Deus – CGADB, reunida em São Paulo, nomeou uma comissão para editar e imprimir a primeira Harpa Cristã com música. Desta comissão faziam parte: Emílio Conde, Samuel Nyström, Paulo Leivas Macalão, John Sorhein, Nils Kastberg e o Dr. Carlos Brito.
Em 1979, mediante proposta apresentada pelo Pastor Adilson Soares da Fonseca, o Conselho Administrativo da Casa Publicadora das Assembleias de Deus – CPAD, cumprindo resolução da Assembléia Geral da CGADB reunida em Porto Alegre, naquele ano, nomeou uma comissão para proceder a uma revisão geral da música e da letra da Harpa Cristã. A comissão era formada pelos seguintes Pastores: Paulo Leivas Macalão, Túlio Barros Ferreira, Nicodemos José Loureiro, Antonio Gilberto, e João Pereira. Nesta empreitada, também tomou parte ativa o Pastor e consagrado poeta Joanyr de Oliveira. Em termos técnicos, os trabalhos contaram com dois obreiros especializados: João Pereira, na correção e adaptação da música; e Gustavo Kessler, na revisão das letras. Lançada em 1992, a Harpa Cristã Atualizada foi aceita em muitas igrejas, mas a maioria optou por ficar com a Harpa Tradicional.
Tendo em vista as necessidades da igreja, a CPAD, sob a direção executiva de Ronaldo Rodrigues de Souza, compreendeu ser urgente a ampliação da Harpa Cristã tradicional. E, assim, foram acrescentados mais 116 hinos a fim de atender a todas as exigências cerimoniais e litúrgicas da igreja. A Harpa Cristã Ampliada foi lançada em 1999.

Edison Coelho também tem um hino na Harpa Cristã, o de número 561 – Que bênção.201731

Fontes: Wikipédia e outros.

Jesus – meu amigo!

A vida traçou para mim duas linhas que me levaram de Norte a Sul e de Leste a Oeste no meu Brasil. Nesse limite pude conhecer muitas pessoas, o que é um privilégio. Muitos seriam grandes amigos, pena que a distancia não facilita.

Edison e Telma – Ele paulista, eu carioca. São Paulo e Rio de Janeiro lado a lado também em nossa casa. Quase democraticamente, três filhos, dois cariocas e uma paulistinha.

Durante todos esses anos fomos sempre muito bem recebidos pelos Pastores e Igrejas em todo o Brasil. Somos muito gratos a Deus por tudo. Mas, ultimamente tenho pensado em uma palavra… AMIGO!

Durante a minha infância e ainda pequena aprendi na escola dominical a seguinte frase: JESUS É MEU AMIGO!
O tempo passou, e na minha adolescência a frase mudou: JESUS É O MEU MELHOR AMIGO!
Na juventude, observei que novamente a frase havia e alterado e eu dizia: AMIGO É JESUS!
Havia na terceira frase alguma coisa não muito clara, como se fosse um aviso que eu não conseguia racionalizar. Sempre tive muitos amigos e fazer amigos sempre foi muito fácil.

Durante a minha vida adulta ouvindo grandes mensagens bíblicas, descobri a quarta frase: JESUS É O ÚNICO AMIGO!
Eu ainda não conseguia radicalizar, tudo era tão bom com tanta gente ao meu redor, mas tudo muda e às vezes fica difícil. E agora?
Dentro desse espaço que chamamos de Brasil, como recorrer a alguém que de repente está envolvido demais com sua própria vida, seus interesses e objetivos? -Amigos, porém sempre ocupados! –
Então, aprendi a quinta frase: É SÓ JESUS E MAIS NINGUÉM!

Jesus sempre está ao meu lado, não me abandona! Não dependo de celular, ou emails pra falar com Ele e Ele comigo. Não me deixa no meio do caminho com a mala na mão, pois vem me buscar, Ele chega primeiro e espera por mim. Nunca me esquece e sei que “seus olhos sempre atentos permanecem em mim e os seus ouvidos são sensíveis para ouvir meu clamor!”
Jesus está sempre interessado em me ajudar, me atender, me ouvir, mesmo sendo Ele o Senhor, o meu Senhor!

Jesus traçou para si mesmo duas linhas horizontais e com elas atingiu todo o universo. Na primeira linha, Ele abriu os braços para me abraçar e me acolher, e na segunda linha, transformou em vertical, quando erguido no Calvário. As linhas se cruzaram e formaram uma cruz, Ele abriu o caminho para me resgatar para Deus.

Por que então, querer amigo melhor?  Então concluí:
Na infância: JESUS É MEU AMIGO!
Na adolescência: MEU MELHOR AMIGO É JESUS!
Na juventude: AMIGO É JESUS!
Na vida adulta: JESUS É MEU ÚNICO AMIGO!

De AGORA para SEMPRE: SÓ JESUS, E MAIS NINGUÉM! Pois só Ele consegue estar comigo para sempre e em todos os momentos.

Telma Coelho

GEDSC DIGITAL CAMERA