O testemunho da Maria Elzi de Brasília

Paz querida! Eu não sou muito boa de escrita, mas vou mandar o meu testemunho na íntegra, e aí você edita, vê o que é mais importante.Certo?

Me chamo Maria Elzi dos Santos Oliveira, sou casada, tenho duas filhas, a Giovana e a Poliana. Somos gaúchos do Rio Grande do Sul, mas a 10 anos moramos em Brasília.
Em outubro de 1993, quando ainda morávamos no RS, minha filha Poliana, que na época tinha 7 anos, começou a sentir fortes dores no abdomen, apareceram várias manchas avermelhadas pelo corpo, vomitava muito, e teve febre muito alta. Medicamos em casa por dois dias e como nada aconteceu, levamos ao médico que imediatamente mandou que internássemos a nossa filha, pois diagnosticou que ela estava com infecção intestinal, urinária e respiratória, enfim, o estado era grave. Fomos o mais rápido que pudemos ao hospital, chegando lá, em seguida começaram a aplicação dos medicamentos, isto foi num domingo á tarde; passou aquela noite e o outro dia e a medicação não fazia efeito nenhum, o quadro só piorava. A temperatura dela variava entre 39 e 40 graus, não parava nada no estômago, estava a quase uma semana sem se alimentar e evacuando sem parar, e sem ter o quê, e assim ela foi definhando a cada dia.
Neste tempo, eu estava a ensinando cantar, então, todos os dias em nossa casa, cantávamos ao Senhor.
No hospital, os dias foram se passando, e a situação só piorava, os medicamentos não faziam efeito nenhum.Na quarta feira, eu já estava quase desanimando, pensei que iria perder a minha filha. Oramos tanto, todas as pessoas que iam ao hospital oravam por ela, a igreja estava orando, a familia tambem, e nada! Neste dia recebemos muitas visitas, e quando todos foram embora e ficamos sozinhas, me veio uma saudade tão grande de cantar! aí eu falei pra ela: Filha! desde que você veio pra cá, não cantamos mais um hino ao Senhor, e quando estávamos em casa, cantávamos todos os dias; quem sabe, se cantarmos um hino ao Senhor, Ele ouve dos céus e te cura!? Será que você consegue? Vamos tentar?; e ela disse: Eu consigo mãe, vamos cantar! aí eu segurei a mãozinha dela, que estava muito magrinha e ardendo de febre, e juntas cantamos, ela o soprano e eu contralto, cantamos bem baixinho, pois ela não tinha forças:
Só Deus sabe porque fez o cèu,
porque fez o espaço sem fim,
Só Deus sabe porque deu aroma a flor,
Só Deus sabe o que vai dentro em mim..

Só Deus sabe, os segredos do meu coração…

Acabamos de cantar o hino, e ela dormiu. Pra honra e Glória do nome do Senhor, quando a enfermeira foi levar a medicação e mediu a temperatura, pela primeira vez, em todos aqueles dias, a febre havia cedido. A partir dali, ela não vomitou mais, o intestino começou a regularizar, ela dormiu a noite toda, no outro dia começou a se alimentar e não vomitou mais, na sexta feira pela manhã  já conseguiu ficar em pé sozinha e à tarde teve alta, e nunca mais precisou ser internada.
Hoje, minha filha está com 24 anos, é uma moça linda, completamente envolvida com o louvor da igreja, comprometida com a obra de Deus, tem uma voz linda e ungida, canta nos corais da igreja, na equipe de louvor, e Deus a tem honrado em tudo o que faz.
Tudo isto tem feito de mim uma pessoa muito feliz com Jesus e agradecida pela vida de pessoas como vocês, Edson e Telma, cujos louvores abençoaram a minha adolecência, a minha juventude, a meia idade, e estou entrando na velhice e continuo sendo abençoada, e  tantas vidas têm sido abençoadas com seus louvores tão ungidos, cuja mensagem é capaz de agradar tanto, o coração de Deus.
Meu desejo, é que Deus em Cristo os abençoe cada dia mais, e que muitas pessoas possam ainda ser alcançadas e transformadas através dos seus hinos.
Muito obrigada, pela oportunidade de poder compartilhar este testemunho com vocês, sempre que tenho oportunidade de ministrar sobre o Poder do Louvor, conto este testemunho, porque foi uma experiência que jamais vou me esquecer. Fiquem na Paz do Senhor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s